sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

24 de janeiro de 2017 – sétimo dia da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos: texto bíblico, meditação, questionamento e oração


Tema do DIA 7 – «Deus nos reconciliou consigo e confiou-nos o ministério da reconciliação» (2.ª Carta aos Coríntios 5, 18-19)

Leituras bíblicas propostas
Aceder a www.paroquias.org/biblia/ e inserir as siglas:
Gn 50, 15-21 – José reconcilia-se com os seus irmãos
Sl 72 – O Reino de Deus traz o direito e a paz
1 Jo 3, 16b-21 – O amor de Deus nos impele a amar-nos uns aos outros
Jo 17, 20-26 – Jesus ora pela unidade de sua Igreja

Meditação
Deus não quer o sofrimento nem a discórdia. E se estes existem por causa da natureza humana e finita do mundo, Ele faz-Se presente para sarar os relacionamentos quebrados.

Os cristãos, em dois mil anos de História, cometeram muitos erros. Todavia, Deus suscitou grandes reformadores, como Martinho Lutero, Ulrich Zwinglio e João Calvino, Inácio de Loyola, Francisco de Sales e Carlos Borromeu, entre muitos outros, que contribuíram para a renovação das Igrejas cristãs.

A esta presença de Deus o apóstolo Paulo chama «serviço da reconciliação», que inclui o trabalho para superar as divisões dentro do cristianismo. Hoje, muitas Igrejas cristãs trabalham juntas com mútua confiança e respeito.

Questionamentos
Há alguém na minha comunidade cristã mais sensível ao ecumenismo, que trabalha pela unidade dos cristãos? Como posso associar-me a essa(s) pessoa(s)?

Oração
Deus de bondade,
nós te agradecemos por reconciliares o mundo inteiro contigo em Cristo.
Dá ânimo e vigor ao serviço da reconciliação em todos e cada um de nós,
nas nossas comunidades e nas nossas Igrejas.
Cura os nossos corações obstinados e ajuda-nos a espalhar a tua paz.
“Onde houver ódio, faz-nos semear o amor;
onde houver injúria, o perdão;
onde houver dúvida, a fé;
onde houver desespero, esperança;
onde houver escuridão, luz;
onde houver tristeza, alegria”.
Assim te pedimos em nome de Cristo Jesus,
pelo poder do Espírito Santo.

Amém.

Sem comentários:

Enviar um comentário